O Que é NFT? Conheça os Non-Fungible Tokens e Sua Atuação nos Esports

Mariana

Uma ótima forma de entender o que é NFT, é sabendo o que já está rolando no mercado.

O GIF acima é o “Nyan Cat”, um meme que fez muito sucesso na internet nos meados de 2010. À primeira vista, ele é apenas um gatinho pixelado, voando de boas pelo espaço.

Porém, em fevereiro de 2021, ele voltou à tona. O motivo? Foi vendido por US$ 590 mil.

Essa transação foi possibilitada porque esse GIF foi transformado em NFT. Isso significa que agora ele conta com um registro na blockchain. Assim, ele se tornou único, tendo sua originalidade confirmada.

Já conhece o conceito de metaverso? Confira o artigo completo que preparamos para você!

Imagine o quadro da Monalisa: ele é único, certo? Porém, existem diversas cópias, réplicas e memes dele por aí. Mas o quadro original é único e só o Museu do Louvre tem.

A mesma coisa acontece com quem comprou o meme do Nyon Cat. Existem diversas réplicas por aí, mas a original, só o comprador tem.

Com isso, é fundamental que você entenda o que é NFT e como ela pode mudar a forma com que você se relaciona com a nova economia.

Neste artigo, vamos falar sobre:

Boa leitura!

O Que é NFT?

o que é nft

NFT (Non-Fungible Token) significa “Token Não-Fungível”. Assim, uma NFT é um código de computador capaz de autenticar um arquivo, comprovando que ele é único.

Com isso, esse registro na blockchain garante a validação da sua autenticidade. Isso também determina a originalidade e a exclusividade de qualquer tipo de item, seja ele digital ou físico. Porém, ao se tornar uma NFT, ele passa a ser um ativo digital.

A parte do “não-fungível”, basicamente, significa que esse ativo é único, não podendo ser substituído por outro.

Mas o que exatamente é um Token Não-Fungível?

Para simplificar ainda mais esse conceito, pense em uma nota de R$10. Se você decidir trocá-la por outra nota de R$10, não existe nenhuma perda de valor, certo? Porque não importa que nota de R$10 esteja no seu bolso, o que interessa mesmo é o poder de compra que ela representa.

Porém, se você trocasse um quadro do Salvador Dalí por uma réplica feita por um pintor menos conhecido, com certeza existiria uma perda de valor nessa transação.

Isso acontece porque os quadros do Dalí são únicos, insubstituíveis, existindo apenas um deles. Ou seja, eles são não-fungíveis.

Como você já sabe o que é NFT, é importante não esquecer que elas entregam esse direito de propriedade sobre alguma coisa. Assim, é possível garantir que eles são únicos e não replicáveis.

Ou seja, apesar de você poder baixar a imagem da NFT no seu computador com alguns cliques, isso não quer dizer que ela seja original. Cada imagem possui um código, chamado de HASH. Este é carregado peça NFT que, por sua vez, é registrado na blockchain.

Você pode entender o HASH como sendo a impressão digital dos Tokens Não-Fungíveis. Com isso, cada arquivo sempre terá a sua.

E esse é o motivo de um par de tênis, músicas, GIFs, fotos, vídeos, cards de jogos, por exemplo, poderem ser únicos e verificáveis na blockchain.

Assim, eu e você podemos ter a mesma cópia de um meme que viralizou. Mas digamos que você é o criador desse meme e o atrelou a uma NFT. Com isso, a sua cópia é a “original”.

Então, NFT é uma moeda digital?

Não.

Uma NFT não é uma moeda digital. Ela é o ativo em si.

A inovação da tecnologia das NFTs é baseada no Ethereum, já que um de seus pilares é a criação de contratos inteligentes.

Assim, é possível haver o armazenamento de cada transação.

Como funciona Uma NFT?

nft

Depois de entender o que é uma NFT, é importante conhecer como ela funciona.

No geral, o funcionamento dessa tecnologia é bastante semelhante a tecnologia do blockchain que está por trás de várias criptomoedas.

Como o blockchain funciona de maneira descentralizada, existe uma expressiva margem de segurança que garante que as informações armazenadas são seguras e invioláveis.

A grande diferença de um Bitcoin, por exemplo, para uma NFT, é que eu e você podemos minerar Bitoins e trocá-los com as outras pessoas presentes na rede. Isso acontece porque o Bitcoin gerado no Brasil ou em outro país é indistinguível um do outro, possuindo, rigorosamente o mesmo valor.

As NFTs também podem ser geradas por qualquer pessoa. Porém, isso não significa que uma NFT atrelada a esse blog post, por exemplo, terá valor de mercado para poder ser trocada por outro artigo, ou por qualquer quantia em dinheiro. Isso significa apenas que este post é único.

Quer conhecer o vocabulário NFT usado por toda a comunidade? Acesso o guia que preparamos para você!

NFT é um investimentos?

Uma NFT pode ser utilizada como um ativo especulativo, no qual você compra e espera o valor subir. Com isso, pode acabar realizando sua venda, a fim de obter lucro.

Você também pode compará-la aos investimentos em coleções de arte, que são compradas para serem vendidas no futuro.

O Papel da tecnologia Blockchain nas NFTs

Por ser um registro que pode ser acessado, mas inalterável, a tecnologia blockchain é capaz de assegurar a veracidade de todas as transações que envolvam NFTs.

Você pode entender o blockchain como sendo um “cartório” digital, que armazena todos os dados e os disponibiliza aos seus clientes. Além, é claro, de mantê-los 100% seguros, sem a chance de serem corrompidos.

Assim, quem sabe o que é uma NFT e a adquire, consegue comprovar sua titularidade, originalidade e legitimidade. Com isso, ela se torna segura e inviolável.

Por que comprar algo que pode ser visto – e salvo – de graça?

Desintermediação e praticidade são as palavras que melhor definem esse tipo de transação.

Digamos que você é um grande artista. Com as NFTs você não precisaria mais contar com casas de leilão ou galerias especializadas para pode realizar a venda de suas obras.

Assim, com a “tokenização” você consegue realizar a venda direta para um cliente, programar a cobrança de royalties e garantir que a peça que foi adquirida é realmente a original.

Agora, pense em um arquivo digital. É possível salvar um vídeo feito pelo Beeple, que foi vendido por US$ 6,6 mi. Porém, a sua dona, Delphina Leucas, sabe que apenas a sua cópia é a original.

Isso acaba gerando escassez, da mesma forma que acontece no mercado financeiro.

Com isso, mais valor é atribuído a um determinado item, fazendo com que suas negociações fiquem mais acirradas.

O Que É NFT nos Esports? Conheça o Mercado de Crypto Games

O mercado global de jogos foi avaliado em US$162.32 bilhões em 2020 e deve atingir um valor de US$295.63 bilhões até 2026, registrando uma Taxa de Crescimento Anual Composta (CAGR) de 10,5% sobre o período de previsão de 2021-2026.

A pandemia do covid-19 acabou impulsionando o crescimento do mercado de jogos. À medida que diversos países enfrentaram bloqueios e restrições, as pessoas começaram a jogar mais em todo o mundo.

Uma pesquisa de março de 2020 revelou que os jogadores de videogame nos Estados Unidos gastaram 45% mais tempo jogando videogame durante a quarentena.

Enquanto os mercados de PC e console ficaram atrás do de smartphones (que dominou mais de 50% de todo o tráfego da internet globalmente) no primeiro trimestre de 2021, um novo formato de game surgiu no mercado com um sucesso impressionante: as NFTs.

Blockchain Gaming

O blockchain permite que jogos também sejam colecionáveis e únicos. Em 2017, houve o lançamento do primeiro jogo baseado em NFTs, o CryptoKitties.

O game foi criado dentro do blockchain da Ethereum.

Dessa forma, os jogadores são capazes de criar gatos digitais, customizáveis e únicos. Em seguida, eles são transformados em Tokens Não-Fungíveis. Com isso, passam a ser ativos digitais imutáveis.

Em 2018, um desses animais foi vendido por US$172 mil.

Até hoje, em 2021, o jogo conta com uma movimentação financeira de mais de US$30 mil por dia.

Desde o CryptoKitties, os jogos baseados em blockchain têm surgido com vários graus de complexidade e sucesso.

Panorama 2021

O primeiro trimestre de 2021 contou com a aparição de jogos baseados em NFT. Assim, eles começaram um movimento levando os jogadores de games Play-To-Earn para jogos colecionáveis.

Estatísticas recentes revelam que o valor do mercado de jogos em todo o mundo aumentou significativamente na última década. Assim, prevê-se que ele cresça além da marca de US$200 bilhões até 2023.

A capitalização geral do mercado de NFT atingiu mais de US$22 bilhões em setembro de 2021, ante US$338 milhões do final de 2020.

Grande parte do setor de NFTs está voltada para a indústria de jogos. Isso acontece, principalmente, porque ela tem um potencial imenso para fornecer aos jogadores oportunidades únicas de coletar itens dentro do jogo.

Essas possibilidades são mais bem destacadas no mercado de Esports, que foi avaliado em mais de US$495 milhões em 2020 e deve ultrapassar US$646 milhões em 2021. Isso é possível graças à injeção de novas tecnologias que tornam o processo de engajamento mais emocionante para os jogadores e fãs.

Além disso, as NFTs são uma ótima maneira de aproximar pro-players e seus fãs. NFTs exclusivas podem ser adquiridas e mantidas como itens colecionáveis. Podendo, inclusive, servir de moeda de troca para alguma experiência exclusiva com os jogadores, por exemplo.

Valor de mercado

O financiamento recebido pelos desenvolvedores de jogos blockchain é impressionante.

Um exemplo é o Battle Pets, um jogo blockchain baseado em Binance Smart Chain sobre bichinhos adoráveis. Nele, cada bichinho é uma NFT, podendo ser coletado, alimentado e usado para batalhas de pets, onde os jogadores se enfrentam.

Outro exemplo é o Forte, um grande ecossistema descentralizado avaliado em US$1 bilhão.

Recentemente, ele levantou US$185 milhões de investimento junto a Griffin Gaming Partners. Com isso, o jogo passou a chamar bastante atenção, sendo o único unicórnio do mercado de jogos blockchain.

Por Que Games Precisam de Blockchain?

crypto gaming

Os games fazem parte de uma indústria bastante restrita. Nela, os jogadores ficam isolados em seus dormitórios, sofás, consoles e smartphones. Mas, principalmente, no ambiente de jogo com opções limitadas.

Isso torna o processo de interação limitado ao próprio jogo e aos instrumentos que ele fornece. Eles geralmente são itens colecionáveis do próprio game, que podem afetar o visual e habilidades de um personagem, por exemplo.

O jogo descentralizado oferece aos jogadores o que eles precisam: uma economia baseada em princípios de transparência, imutabilidade e justiça, eliminando a possibilidade de fraude e permitindo que os eles comecem a ganhar com o jogo, ao invés de apenas gastar.

Dessa forma, o blockchain permite que os desenvolvedores explorem horizontes inteiramente novos em uma infraestrutura expansiva e virtualmente ilimitada.

Além de oferecer possibilidades inexploradas para integrar uma variedade infinita de módulos e tecnologias que vão de Realidade Virtual e Realidade Aumentada a NFTs, por exemplo.

Combinadas, essas tecnologias estendem o significado dos jogos para além das interfaces portáteis.

NFTs Proporcionam Capitalização de Recursos in-Game

Para entender realmente o que é NFT, é importante saber como os Tokens Não-Fungíveis proporcionam capitalização de recursos in-game.

E esse processo não é tão complexo quanto algumas pessoas imaginam.

Cerca de 2,6 bilhões de pessoas jogam algum tipo de game em todo o mundo, além de diversos estúdios que se dedicam a criação de novos jogos e suas atualizações.

Apesar desse conceito estar se tornando popular agora, o conceito de tokenização já é bastante antigo no universo gamer. Os fundadores da Blockchain Capital contaram com um sucesso exponencial ao negociar ativos digitais no Second Life, por exemplo.

Isso puxou dois movimentos distintos: a capitalização de recursos por parte dos jogadores dentro dos games, e a descentralização dessas produções.

Pense em um jogo comum de console. Todas os seus recursos e informações estão centralizados em um único local, sendo propriedade de determinada empresa.

Com o blockchain no universo gamer, os mapas, animações, modelos e itens, por exemplo, passam a não pertencer mais ao jogo em si. Mas sim, ao player que é dono do seu NFT equivalente.

Crypto Gaming x NFT Gaming: Qual a Diferença?

por que comprar nft

Os crypto games e os jogos NFT são dois segmentos diferentes. O primeiro deles é mais focado em gastar criptomoedas para lucrar e fazer transações com outros jogadores.

Já os jogos NFTs se concentram no uso de moedas nativas para gerar e coletar NFTs exclusivas, que podem ser usadas no jogo para ações especiais ou guardadas e vendidas posteriormente.

Quanto aos jogadores em busca de novidades, as NFTs de jogos também podem ser vendidas em um Marketplace de NFT.

Jogadores Se Tornam Investidores

Por conta da ideia de escassez, alguns ativos dos games podem valer milhares de dólares cada. Assim, se uma espada, arma ou skin in-game estiver atrelada ao blockchain, você pode tirá-la do jogo, por exemplo, vendendo no mercado aberto e obtendo lucro.

Normalmente, os gamers gastam muito dinheiro durante e depois dos rounds. Assim, o dinheiro uma hora acaba se esgotando.

Já com a ideia de NFT, é possível, inclusive, vender o que foi comprado durante o game. Com isso, além de jogar, as pessoas estarão investindo.

Existem Desvantagens em Jogos Baseados em NFT?

Embora altamente promissores, os jogos de blockchain têm suas limitações.

Uma das desvantagens são as taxas de transferência. Elas podem ser altas e levar parte dos ganhos dos jogadores.

Outro problema está associado à perda de dados e à necessidade de recompensar quem mantém as redes do universo dos jogos.

A interface do usuário e a experiência também são um grande obstáculo para a adoção de jogos baseados em blockchain, já que esse é um formato pouco conhecido pela maioria dos gamers.

O Futuro do Blockchain nos Esports

As estatísticas falam mais alto do que qualquer prognóstico, pois o mercado determina os vencedores, além de ser composto por pessoas prontas pra agarrar qualquer oportunidade que prometa recompensas e lucros.

Além disso, os jogadores gostam de contar com novas experiências e estão bastante ansiosos para começar a ganhar dinheiro com seus jogos favoritos.

Os próximos anos certamente contarão com uma explosão de novos títulos que vão dominar o mercado.

Isso vai acontecer ao passo que as redes de blockchain passarem a aumentar e permitir que os usuários acessem jogos com interfaces mais amigáveis, mais adequadas para dispositivos móveis e que possuam gráficos melhores e histórias cada vez mais envolventes.

Você já sabia o que é NFT e como ela muda o universo gamer? Ficou com alguma dúvida? Conta pra gente nos comentários!