Como se tornar um pro-player de Free Fire [Guia]

Mariana

Imagina só seu sonho de criança sendo realizado: você aprendendo como se tornar um pro-player de Free Fire e sendo reconhecido por isso.

A era digital se instalou nas nossas vidas e veio para ficar, e aliás, o universo de esports também. Então, é cada vez mais possível viver do game.

De acordo com o ranking da State of Mobile 2021, o Free Fire ficou em primeiro lugar mundial como jogo o mais baixado de 2020. O sucesso é refletido nos números e também nas inúmeras lives realizadas por jogadores profissionais.

Mas para ser um gamer famoso é preciso entender os principais passos de como se tornar um pro-player de Free Fire.

São cenários, gírias, jogadas, influenciadores e campeonatos que você precisa conhecer.

Conhece as principais gírias do Free Fire? Confira esse guia completo que preparamos para você!

Pensando nisso, separamos os principais passos para você descobrir como se tornar um pro-player de Free Fire e ficar cada vez mais perto de realizar o seu sonho.

Boa leitura!

Como se tornar um pro-player de Free Fire

1 – Treine, treine e treine

como se tornar um pro-player de free fire

Você já deve estar cansado de ouvir falar sobre isso, mas é verdade. O hábito faz a excelência.

Como é difícil encaixar novas atividades na rotina, tente primeiro separar um dia para elaborar a semana e encaixar horas de treino dentro de suas responsabilidades. Aliás, é fundamental encarar o hábito de jogar como um dever. Só assim, você se acostumará a jogar profissionalmente.

E claro, comece do começo. Entender como funciona o mecanismo do game é a peça-chave entender como se tornar um pro-player de Free Fire.

Caso você tenha caído de paraquedas no mundo dos Esports, saiba que é possível praticar através do modo treinamento no Free Fire. Além disso, é bem simples.

A opção aparece no menu, na parte de “partidas do jogo”.

Depois de acessar o modo de treino, o game mostra algumas opções, como clube de tiro. Então, basta escolher que tipo de tática você gostaria de treinar e mandar ver.

Outro modo de praticar é jogar no lobby, lugar onde se espera uma nova partida. É pouco tempo, mas dá para aproveitar atirando, uma vez que no por lá não existem punições.

2 – Configure o jogo

Leva algum tempo, mas vale a pena. O teste de opções de sensibilidade é importante para encontrar o ritmo que melhor combina com seu jeito de jogar.

A reconfiguração de mira também pode fazer uma grande diferença na hora do jogo. Para isso, basta clicar no ícone de engrenagem e acessar as configurações avançadas. Assim, é possível editar o nível de sensibilidade da mira e ver qual é a melhor para você.

Com o tempo e a prática, você poderá focar nos headshots (tiros na cabeça). Lembre-se que esse tipo de jogada causa mais danos que atingir qualquer outra parte do corpo do seu oponente.

Portanto, sempre que puder, treine sua mira.

3 – Mantenha-se atualizado

pro-player de free fire

Para entender como se tornar um pro-player de Free Fire, é preciso estar sempre por dentro das novidades.

Assim, é fundamental saber das atualizações do jogo, já que elas costumam acontecer bastante.

A propósito, existem muitas equipes de Free Fire que costumam realizar processos seletivos para talentos principiantes. Numa dessas, pode ser você. Por isso, a importância de estar sempre ligado no que está acontecendo no universo do game.

Para isso, você pode participar de uma comunidade, por exemplo. Dessa forma, além de se manter atualizado, também viverá a cultura do Free Fire. Você pode participar de grupos no Facebook ou de servidores no Discord, por exemplo, como o da Neverest.

A partir daí, você se ambientará e poderá ter informações fresquinhas do Free Fire. Aliás, a comunidade é um tipo de incentivo para você entender de fato como se tornar um pro-player de Free Fire.

4 – Consuma conteúdo de Free Fire

Entre de cabeça no mundo do game. Sempre que puder, acompanhe jogos, campeonatos profissionais e estude de maneira analítica cada partida. Preste atenção na maneira de jogar dos pro-players e em como é a comunicação entre equipes, por exemplo.

Existem vários conteúdos como esse pela web, aliás. Youtubers e streamers é o que não falta.

Você pode inserir isso na sua rotina, além das horas de treinos e de estudos também. Aqui vão algumas sugestões de pro-players que podem te ajudar a ser um profissaonal em Free Fire:

  • Nobru: Bruno Goes, popularmente conhecido como Nobru, é um streamer brasileiro, que foi campeão nacional e mundial no Free Fire pelo Corinthians;
  • Babi: Bábara Passos é streamer e influenciadora;
  • El Gato: Rodrigo Fernandes é um dos grandes nomes brasileiros em Free Fire, sendo não apenas um influenciador, como também participante do Los Grandes, importante time de Free Fire do cenário brasileiro.

5 – Não desista

A verdade é que não é fácil ser um pro-player. São muitas horas dedicadas a um sonho que às vezes parece impossível. Porém, uma meta não é nada sem planejamento.

Por isso, é importante seguir motivado e focar no caminho para saber de fato como se tornar um pro-player, já que só assim você poderá alcançar as hierarquias mais altas no jogo.

Para isso, o incentivo deve ser diário. Além de consumir conteúdos e tornar o Free Fire uma responsabilidade, é preciso lembrar constantemente o motivo de você ter escolhido ser um jogador profissional.

E não se esqueça: os pro-players de hoje, um dia começaram como você.

Então, não desista.

6 – Faça parte de uma guilda

como se tornar um pro-player

Uma andorinha só não faz verão, não é mesmo? Assim, é importante ter pessoas para treinar com você, como acontece em uma guilda. Talvez para você que está começando, esse nome não seja comum, mas calma. Não é nada de outro mundo.

As guildas são como grupos do Free Fire, onde as pessoas treinam juntas e ajudam na sua evolução, além de participar de competições.

E verdade seja dita, é possível desenvolver o seu aprendizado mais rapidamente em grupo. O trabalho em equipe ajuda muito no desenvolvimento de novas habilidades, além de promover diferentes experiências.

As guildas são particulares, ou seja, cada uma tem nome próprio, regras especificas e algumas têm até slogan. Tudo definido por quem a criou.

Os grupos costumam ser compostos por 20 jogadores. Este número pode aumentar de acordo com os níveis alcançados pela guilda. Porém, o limite máximo de cada guilda costuma ser de 50 participantes.

Também existem muitos fóruns onde os jogadores buscam interagir com outros gamers e encontrar novos parceiros de equipes.

7 – Jogue pelo celular

Não é uma regra, mas jogar pelo celular ajuda bastante na sua escalada para entender como se tornar um pro-player de Free Fire.

Começar jogando por um emulador para PC é mais tranquilo, talvez até mais fácil. Porém, é preciso saber jogar Free Fire pelo celular se você quiser treinar de verdade.

Isso acontece porque que muitos campeonatos do jogo são mobile, como o Free Fire World Series, Campeonato Mundial de Free Fire. Além disso, você precisa entender e praticar algumas habilidades que você só aprenderá jogando por lá.

8 – Jogue torneios oficiais

Esse passo só será dado após você ter acumulado conhecimento no jogo e quando, claro, você se sentir seguro.

Participar de torneios oficiais dá sempre um frio na barriga, mas eles são ótimos para você analisar como está jogando. Além de poder melhorar seu networking e começar a ser conhecido pelo cenário.

Durante o ano, muitas competições de Free Fire são organizadas abertamente para quem quiser participar. Aí pode estar a sua oportunidade, já que as competições ajudam no encontro de possíveis talentos.

Por isso, é importante estar atento ao tipo de torneio que você jogará. Se ele for muito seletivo, tente se qualificar para rounds mais altos em torneios abertos. Pode ser que não dê certo no primeiro torneio, mas o importante é não desistir.

Outro ponto importante é sempre ver como está o seu progresso. Isso pode ser visto pelas Booyahs, capas e quantidade de abates nas suas partidas, por exemplo.

9 – Participe da LBFF

pro-player free fire

A Liga Brasileira de Free Fire (LBFF) é o campeonato nacional mais importante da cena. Mas, para participar, você precisa primeiro entender como ele funciona.

A LBFF é dividida em três grupos: Série A, Série B e Série C. Conheça como cada uma funciona:

Série A

A Série A é composta por 18 equipes, tendo partidas toda semana. Elas ocorrem de forma virtual desde o começo da pandemia.

Os pontos são corridos e a premiação gira entorno de R$ 745 mil, sendo R$ 105 mil destinado ao vencedor.

Além disso, 2º e 3º colocados ganham R$ 85 mil e R$ 75 mil, respectivamente. As equipes que ficam entre 4º e 12º lugar ganham R$ 53.333 cada.

Série B

Já a Série B conta com 36 equipes que são divididas em três grupos de 12.

Além disso, nessa série o jogo é dividido em etapas, ou seja, cada grupo joga seis partidas, sendo os seis melhores classificados para a próxima fase do campeonato.

A parte dois segue com o formato de grupos até a final, onde se qualifica o campeão e o vice, ambos garantindo vaga na Série A da Liga Brasileira de Free Fire.

Série C

A Série C também possui outro estilo de classificação. Sua primeira edição foi em 2020, onde as mais de 1500 equipes se enfrentaram em rodadas eliminatórias.

Cada time conta com 4 participantes, tendo um reserva. Porém, somente 30 equipes conseguiram entrar na Série B da edição seguinte.

10 – Cuide de si

Essa parte é essencial, mas muitas vezes esquecida. Uma boa alimentação e uma rotina de exercícios físicos é fundamental para você entender de fato como se tornar um pro-player de Free Fire. Só assim você conseguirá ter foco e disposição suficiente para competir como um.

Além disso, passar horas na frente da tela é prejudicial à saúde. Por isso, é preciso cuidar dos olhos com algum tipo de proteção, como óculos de leitura e lentes especiais. Também é importante investir em alimentos ricos em vitaminas que atuam no olho, como as vitaminas A, E, C.

Fora a alimentação, você também precisa cultivar o hábito de se exercitar. Caminhar ou, até mesmo, pular corda já ajuda muito no metabolismo e na concentração na hora de jogar.

Um estilo de vida saudável é o pilar para o sucesso de qualquer profissional.

11- Seja patrocinado

Investimento é o que não falta quando o assunto é Esports. Aliás, o Brasil é o terceiro país do mundo com maior audiência na categoria. Dependendo da sua caminhada no Free Fire, você pode receber possíveis propostas de patrocínios.

Uma ótima maneira de atrair investidores é jogando sozinho e mostrando seu talento nas plataformas de streaming, seja via Twitch, Booyah ou YouTube.

Caso não apareça nenhuma proposta, faça você mesmo sua rede de contatos. Vá atrás de marcas e procure parcerias.

Além disso, você também pode fazer um midia kit com suas conquistas, feitos e clips, por exemplo.

Você já sabia como se tornar um pro-player de Free Fire? Tem alguma dúvida ou sugestão? Deixa aqui nos comentários.